Pastora Madalena Ribeiro

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

POESIA: PRESENTE DE ANIVERSÁRIO


Que presente daria para uma corsa que suspira pelas Minhas Águas...
Que ornamento daria para a rainha Minha, escolhida Minha...
Derramaria sobre ela, ainda mais Óleo da Minha Unção?

Que presente daria para esta águia que como um vento impetuoso corre de um lado para o outro no Meu altar...
Que como pomba Minha, vai bailando do Meu altar para o meio das Minhas ovelhas, as quais sobre sua cobertura muitas mais Eu irei colocar...
Daria as Nações? Já te dei, Minha amada, é herança tua... me devolve pois, almas...

Que presente daria à você Pastora Madalena, profeta de multidões...
Que ornamento mais valioso teria do que o Poder e a Autoridade que coloquei nas tuas mãos...
Daria pra você mais sede de Mim? Sim.
Daria pra você mais cura e restauração? Sim, sim.
Daria pra você mais fome do Meu Amado Jesus? Outra vez, sim.
Daria pra você ainda mais Dons, Talentos, quem sabe uma “Pena para Escrever” em suas mãos... o que achas?
Daria muito mais do que você me pedisse Pastora Minha, Guerreira minha,
Com uma mão... toque a sua Harpa e faça Eu Me derramar com sua canção...

Com a outra mão, desembanhe sua Espada, clame e ame essa Nação e então Eu a Salvarei, Tirarei os seus ferrolhos, Abrirei os seus cadeados, Lhe darei um nome e essa nação já não será mais desamparada... ela se chamará... Minha Israel Restaurada!!!

Nesta última terça-feira (27/09) nossa amada Pastora Madalena completou mais um aninho de vida, celebramos o seu anversário na nossa Igreja, CEF-SBO. Todos os líderes de Ministérios levaram uma Palavra de Amor para a Pastora e o meu presente veio dos Céus... (rsrsr), essa poesia que foi inspirada pelo Espírito Santo enquanto eu pensava num presente para dar a ela. Como eu estava na escola e os alunos me abraçavam, perguntando quando eu estaria de volta à escola, e aquelas Palavras da poesia vinham à minha mente como "chuva serôdia", então entendi que a poesia, na verdade, era um presente daqueles pequeninos (meus alunos), nossos amadinhos dos Bairros Nova Conquista e Zumbi dos Palmares, e o Espírito Santo apenas usou a minha vida para levar o presente deles para ela. Nossa Comunidade tem pisado aquela terra, já plantamos muitas sementes nesta nação (esses bairros) e estamos aguardando a Grande Colheita... pois creio, "a vinha está em flor e já chegou o tempo...são os frutos de um avivamento"!!!

(Célia Barbosa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário